quinta-feira, maio 17, 2007

Moinho das Mouriscas



Naquele lindo dia de sol não me fui enfiar no Centro Comercial .

Fui antes passear ... até ao Moinho das Mouriscas, ali para as bandas das Praias do Sado ( Setúbal ).

Gostei ... gostei mesmo !

Trata-se de um antigo moinho de maré, restaurado recentemente pelo Parque Natural .... e que espera a sua visita !




O Moinho está em risco de fechar por falta de visitantes .... que pena !

Venha ver ! ....

Vai gostar !



















4 Comments:

Blogger maria elisa said...

Nesta cidade tudo se fecha. Desculpe o desabafo, é que vivo em setúbal.

18/5/07 23:08  
Blogger JC said...

Infelizmente que não é só em Setúbal, que muitas instituições e serviços fecham.
É a política deste governo, para que o dinheiro chegue para pagar os submarinos e para contratar mais umas dúzias de assessores.
Mas também, verdade seja dita, a culpa não é só deles.
Primeiro porque os portugueses votaram neles, dando-lhes a legitimidade para fazerem este tipo de coisas, segundo porque as pessoas preferem gastar o seu tempo livre nos Centros Comerciais, ou em casa a ver a maldita televisão, em vez de sairem e irem gozar a natureza, dar uns passeios.
Se o Moinho da Mourisca tivesse mais visitantes, talvez fosse mais difícil justificar o seu encerramento!
Só mais uma outra coisa: Sou Setubalense e gosto da minha terra, apesar de viver longe.
Confesso no entanto que estou desapontado com os meus conterraneos, que aceitaram com muito poucos protestos, que o "engenheiro" lhes mandasse envenenar ainda mais o ar que respiram com a VERGONHA da co-inceneração na Arrábida ...
Estas já não parecem ser as mesmas gentes combativas e reivindicativas de há 27 anos atrás.

19/5/07 11:52  
Anonymous Anónimo said...

É tipicamente português, isto: diz-se mal a torto e a direito, que não há equipamentos de cultura suficientes, que é uma merda fechar monumentos ao fim-de-semana, que somos um povo de grunhos, etc. mas depois, as mesmas pessoas que tão prontamente se erguem nas críticas ao Governo, aos funcionários públicos, ao País, etc. são os mesmos que permitem o encerramento das coisas que existem, por nem sequer lá meterem os pés (nos mesmos equipamentos de cuja falta se queixam), uma vez que estão ocupados na mui mais interessante actividade de passear seus trajos domingueiros pelo Continente e pelo CC, a ver montras e a enfardar comida de plástico.
Essas coisas de apanhar ar e aprender qualquer coisa de novo e interessante foca para os outros (eles, os que andam pelos centros comerciais, já fizeram a sua parte, ao defender os interesses dos outros, na mesa do café, o palco privilegiado que elegem para a expressão do seu descontentamento)

21/5/07 10:58  
Blogger Celia Luz said...

Gosto do muito destas coisas, talvez um dia vá la dar uma espreitadela se ainda estiver aberto

24/5/07 23:23  

Enviar um comentário

<< Home